Avançar ao conteúdo principal

Other Passengers with Special Requirements

Outros passageiros com requisitos especiais

(I) Passageiros que viajam com concentradores de oxigênio portáteis (POC) ou Máquinas de pressão positiva contínua das vias aéreas (CPAP)

O oxigênio de grau médico é geralmente armazenado em cilindros de gás de alta pressão e estas são consideradas mercadorias perigosas no transporte aéreo. O CAAC não permite aos passageiros transportar qualquer equipamento utilizado no armazenamento, produção ou distribuição de oxigênio para utilização a bordo da aeronave. Os passageiros que viajam em rotas operadas pela Air China na América do Norte podem transportar POC e máquinas CPAP a bordo para melhorar o conforto em altitude de cruzeiro.

Os passageiros que necessitem de acesso a um POC durante toda a viagem devem contatar uma bilheteira da Air China pelo menos 48 horas antes da partida do voo programado para apresentar um pedido. Os passageiros devem garantir que o modelo de POC que irão utilizar é certificado e autorizado para utilização pela Federal Aviation Administration (FAA) e deve ser afixado também um identificador válido no exterior do próprio POC. Além disso, o tempo de funcionamento total das baterias e das baterias adicionais transportadas com o POC não deve ser inferior a 3 horas em relação à duração total do voo agendado. Os passageiros também terão de preencher uma carta de notificação de passageiros e fornecer um atestado médico quando ocorrer o check-in. Este atestado deve ser emitido no prazo máximo de 10 dias antes da partida do voo programado (sem contar com a data de partida) e demonstrar que o passageiro requer a utilização contínua de um dispositivo POC e está apto para viajar.

A carta de notificação do passageiro e os requisitos específicos nela contidos encontram-se no anexo.

Anexo:Carta de notificação do passageiro

(II) Passageiros com lesões

No momento da reserva, os passageiros devem providenciar um atestado médico com data não anterior a 10 dias antes da primeira partida programada (sem contar com a data de partida). Os atestados médicos têm de ser verdadeiros, válidos, emitidos por um médico ou por uma instituição médica a nível municipal ou superior e não têm de incluir as palavras "adequado para viajar". No momento do check-in, os passageiros devem providenciar um atestado médico com data não anterior a 72 horas antes da partida prevista do voo (24 horas antes da partida do voo programado para as rotas de/para o Tibete).

A data de viagem para os passageiros que tenham sido submetidos a cirurgia deve ser de pelo menos 10 dias após a realização da cirurgia (sem contar com a data da cirurgia). Os passageiros devem solicitar o Serviço de maca para a sua viagem se não conseguirem sentar-se num banco padrão da aeronave por qualquer motivo (por exemplo, não podem dobrar as articulações do joelho/anca devido a artrite) ou não conseguirem sentar-se numa posição vertical durante a descolagem e a aterrissagem, não estando disponível uma alternativa satisfatória.



(III) Passageiros com deficiência intelectual ou distúrbio mental

A Air China poderá não aceitar passageiros com deficiência intelectual ou distúrbio mental por motivos de segurança se o respectivo comportamento for considerado uma ameaça para a segurança de outros passageiros ou para o voo em geral.

A Air China oferece orientação e assistência gratuitas para passageiros com deficiência intelectual ou distúrbio mental que viajem sozinhos. De acordo com os requisitos de segurança de voo da CAAC, apenas um determinado número de passageiros elegíveis podem ser aceitos em cada voo. O número de passageiros que podem ser aceitos por voo depende do tipo de aeronave. Os passageiros que necessitem deste serviço podem enviar um pedido através de qualquer departamento de vendas diretas da Air China no momento da reserva. As pessoas que acompanham um passageiro com deficiência intelectual ou distúrbio mental devem fornecer prova da sua capacidade de gerir eficazmente o comportamento do passageiro e será necessário que prestem auxílio na evacuação do passageiro em caso de emergência em voo.

Passageiros que viajam com um cão de apoio emocional

O Serviço de cães de apoio emocional só está disponível em voos diretos entre a China e os Estados Unidos. Os passageiros que viajam sozinhos com um cão de apoio emocional na cabine devem ter 16 anos ou mais. O peso de qualquer cão de apoio emocional levado para a cabina não deve exceder os 32 kg. Os passageiros têm de garantir que o cão irá usar um colete de serviço, uma trela e um açaime. A Air China não aceitará quaisquer raças de cães ou cruzamentos agressivos e que possam prejudicar as pessoas, incluindo, entre outros, boxers, mastins tibetanos, pit bulls, tosas japoneses, mastins brasileiros e dogos argentinos. De acordo com os regulamentos da Administração Geral dos Serviços Aduaneiros da China, os Serviços Aduaneiros da China podem repatriar dentro de um determinado período de tempo ou abater um cão de apoio emocional se o passageiro que viaja com o cão não fornecer certificados de quarentena ou certificados de vacinação para o animal à chegada ao país. Se o cão de apoio emocional não tiver um chip eletrônico, tiver documentos/certificados inválidos ou não tiver um relatório de teste de anticorpos da raiva emitido por um laboratório aprovado ao entrar no país, a forma como o cão será tratado depende do ponto de entrada. Os cães que entraram no país através de Pequim, Xangai Hongqiao, Xangai Pudong ou Urumqi serão colocados em quarentena durante 30 dias, enquanto os cães que entraram no país através de outros portos serão repatriados dentro de um determinado período de tempo ou abatidos. Para saber quais os requisitos específicos de documentação, consulte o website oficial da Administração Geral dos Serviços Aduaneiros da China em http://www.customs.gov.cn/ e navegue até "Custom Decrees" (Decretos aduaneiros) no menu pendente "Legislation" (Legislação).

De acordo com os requisitos de segurança de voo da CAAC, apenas um determinado número de passageiros elegíveis podem ser aceitos em cada voo. O número de passageiros que podem ser aceitos por voo depende do tipo de aeronave. Os passageiros que pretendam viajar com um cão de apoio emocional podem enviar um pedido de assistência através de um departamento de vendas diretas de bilhetes da Air China, o mais tardar 48 horas (inclusive) antes da partida do voo programado. Também é necessário que os passageiros façam o check-in com o seu cão no balcão de check-in do aeroporto, o mais tardar 120 minutos antes da hora da partida do voo programado. Os passageiros devem fornecer os seguintes elementos de prova no momento da reserva e durante o check-in:

Documentos relacionados com cães: Certificados de quarentena oficiais válidos, certificados de vacinação contra a raiva e certificados de treino profissional relevantes. Os cães de apoio emocional que entram na China devem ter um microchip eletrônico válido. Os cães de outras regiões que não o Havai devem ter um relatório de teste de anticorpos contra a raiva emitido por um laboratório aprovado pelos Serviços Aduaneiros da China. Os cães devem usar um colete de apoio para cães, uma trela e um açaime.

Documentos relacionados com o passageiro: Os passageiros devem fornecer um certificado atualizado (emitido no último ano) de um profissional de saúde mental registado, ou seja, um psiquiatra, psicólogo, trabalhador social hospitalar licenciado ou um médico envolvido na prestação de terapia psicológica ao passageiro ou pessoa com deficiência. O certificado deve indicar o seguinte:

(1) O passageiro sofre de uma deficiência intelectual ou doença mental, enumerados na última edição do Manual de Diagnóstico e Estatística das Perturbações Mentais (DSM).

(2) O passageiro necessita de um animal para apoio emocional ou conforto durante o voo e/ou no destino do voo.

(3) O indivíduo que faz esta avaliação é um profissional de saúde mental registado e é responsável pelo tratamento do passageiro.

(4) A data, o tipo e o Estado/autoridade que emite a licença na posse do profissional de saúde mental.

Não é necessário que os passageiros paguem quaisquer taxas adicionais pelo Serviço de cães de apoio emocional. Se um passageiro concordar em fazer o check-in de um cão-guia, a Air China irá concluir o processo de check-in para o cão, para a sua caixa de transporte e para a sua comida de acordo com os procedimentos para animais de estimação, como bagagem de porão gratuita. O peso do cão, da caixa de transporte e da comida não afeta a franquia de bagagem gratuita do passageiro.



(IV) Pessoal da OPO que transporte órgãos humanos doados

Aplica-se apenas a voos domésticos diretos operados pela Air China (excluindo: Hong Kong, China; Macau, China e Taiwan, China).

Se for funcionário da Organização de Procura de Órgãos (OPO) que tem de transportar órgãos doados por via aérea e desde que satisfaça os requisitos abaixo indicados, trabalharemos com agentes de serviço terrestre, autoridades aeroportuárias e gestão do tráfego aéreo para abrir a passagem verde, de modo a proporcionar-lhe uma viagem mais segura e sem obstáculos pelo aeroporto. Caso contrário, iremos disponibilizar-lhe os procedimentos e serviços de segurança padrão do aeroporto:

O pessoal da OPO tem de apresentar um pedido pelo menos 4 horas antes da partida do voo programado, ligando para a Air China através do número 95583 e o pessoal da OPO tem de nos fornecer as seguintes informações: detalhes do voo, tipo de órgão humano a ser transportado, dimensões da caixa de transporte, informações relativas a mercadorias perigosas, etc.

Deve ser transportada uma cópia original e duplicada do Formulário de aceitação de órgãos do centro de transplantes, indicando claramente a fonte legal e a finalidade do órgão a ser transportado, bem como um nome de contato, número de telefone de contato, etc.

Deve ser afixado um rótulo de "órgão humano para transplante" na caixa de transporte de órgãos numa posição proeminente e deve ser apresentado um pedido para o serviço de Bagagem de lugar adicional caso as dimensões da caixa de transporte excedam as permitidas para a bagagem de mão. Os funcionários da OPO são responsáveis por quaisquer caixas de transporte especiais que tenham sido levados para a cabine durante a duração do voo.